Brincar com o papai é tudo de bom!

Brincar com o papai é tudo de bom!

Colégio Santa Maria

16 Agosto 2017 | 08h19

Autoria: Fernanda Lugatto

 

O perfil da figura paterna mudou muito nos últimos tempos. O pai de hoje não lembra nem um pouco os nossos pais ou nossos avós. O papai de hoje chora quando um filho nasce, troca fraldas, dá banho nas crianças, prepara o almoço ou jantar se precisar, leva as crianças na escola, acompanha a mãe nas reuniões escolares, auxilia na lição de casa e ainda encontra um tempinho para um lazer em família ou brincar com as crianças no fim de semana.

Essa participação ativa dos pais se reflete nas brincadeiras e falas das crianças. No jogo simbólico (brincadeiras do faz-de-conta), vemos muitos meninos representando o papel de pai, fazendo comidinha no espaço da cozinha, ninando o bebê, dando comida para a filhinha ou brincando de fazer compras no supermercado. Algo muito positivo, pois a criança representa na brincadeira aquilo que vê ou começa a compreender do mundo adulto.

Nas rodas de conversa sobre o que mais gostam de fazer com o papai, as crianças dizem: brincar de boneca, desenhar, dar cambalhota, fazer churrasco, brincar de fazer comidinha, ir à piscina, passear, ir ao parque… É o homem, Pai que está presente na vida das crianças!

E, nessa relação de obrigações e prazeres compartilhados, toda a família sai ganhando.

Para comemorar e homenagear todos os Papais, a Educação Infantil do Santa Maria preparou um momento de encontro, convívio e muita brincadeira dentro da Escola. Nossa comemoração de “Dia dos Pais” valorizou a integração entre pais e filhos. Um dia de muita brincadeira, movimento, interação entre toque de carinho, colinho do papai e vivências em espaços que são tão especiais para as crianças, o campo, as quadras e os parques.

Enfim, mais um dia para pais e filhos desfrutarem do melhor que essa convivência pode proporcionar: “estar juntos”.