Autonomia e trabalho em equipe

Autonomia e trabalho em equipe

COLÉGIO SANTA MARIA

19 Dezembro 2017 | 07h30

Autoria: Ricardo Borduchi Ferreira

Trabalho colaborativo, cooperação e respeito ao próximo são alguns dos itens desenvolvidos com os alunos no decorrer do 8º ano do Colégio Santa Maria nas aulas de Educação Física, estabelecendo uma relação muito próxima com o Projeto da Série, Cultura e Identidade: Qual o meu papel no mundo?

Muito mais do que apenas o apelo esportivo, faz parte dos jogos interclasses a busca pela formação de estudantes cidadãos conscientes e atuantes. Sendo assim, este ano os jogos receberam uma nova formatação para que criassem significado claro junto ao Projeto da Série, incluindo um novo nome: Autonomia e Trabalho em Equipe: Jogos Interclasses.

Com o objetivo de resgatar as habilidades desenvolvidas nas mais diversas modalidades e práticas corporais no decorrer do ano, nada mais justo do que um encerramento com festa, o que se deu através da linguagem do esporte, tendo os alunos como convidados a participarem da elaboração e organização dos jogos.

Através da escolha de dois capitães, um menino e uma menina, definições foram tomadas referentes à organização e atividades a serem desenvolvidas. Além disso, os capitães ficaram responsáveis pela elaboração e organização das equipes junto às suas classes. Para tanto, as seis aulas que antecederam a atividade serviram de observação e treinamento para o dia do evento. Ao seu final, listas foram entregues com os integrantes de cada modalidade, privilegiando a participação de todos, dentro da prática que estivesse mais próxima do seu acervo motor. Ideias foram surgindo e aspectos importantes foram levantados por eles, sempre com a mediação do professor. Por exemplo, os alunos definiram que modalidades mistas teriam uma valorização maior do que as outras atividades, mostrando desta forma a interiorização do que foi desenvolvido no curso, além das práticas corporais.

Além dessas atividades, ao longo do ano foi desenvolvido um projeto de sustentabilidade chamado Reciclasse, que concebia junto aos alunos a conscientização da produção de resíduos na sala de aula e a responsabilidade que todos tinham para que tornasse a mesma um ambiente mais acolhedor e saudável, favorecendo a aprendizagem. Cada sala recebia uma pontuação dos funcionários que faziam a limpeza ao término de cada aula, sendo esta utilizada na somatória final dos jogos.

Assim, como finalização do curso de Educação Física, buscamos através de uma confraternização final, demonstrar o desenvolvimento de habilidades e capacidades físicas e motoras, além de encerrarmos o ano mais próximos da consciência de grupo, sabendo qual a importância de cada um no coletivo e como as atitudes individuais podem refletir no todo.

Mais conteúdo sobre:

Colégio Santa Maria