As relações humanas do século XXI – “Eu, o Outro e o Planeta”

As relações humanas do século XXI – “Eu, o Outro e o Planeta”

COLÉGIO SANTA MARIA

27 Dezembro 2017 | 07h30

Refletir sobre este tema foi o desafio proposto para o Ensino Médio da EJA do Colégio Santa Maria no ano de 2017.  O Projeto Interdisciplinar, abordando temas impertinentes, procurou despertar nos alunos a necessidade da conscientização sobre as mudanças que ocorrem com o avanço das novas tecnologias, indução ao consumo e como elas afetam a nossa sociedade.

Com subtemas “a sociedade do descarte”, “a sociedade do consumo” e “a sociedade do espetáculo”, os alunos, divididos em grupo, com a coordenação dos professores, realizaram, de maneira interdisciplinar, atividades de pesquisa e entrevistas procurando entender tais transformações, estruturadas na análise das consequências provocadas pelo apelo de consumo na efemeridade das relações interpessoais, distanciamento, afastamento e isolamento nas relações.

Identificaram na mídia, em sua abrangência e poder de persuasão, a maior parcela de responsabilidade na mudança de comportamento dos indivíduos, induzindo-os à suposta necessidade de consumo, construção de falsas identidades baseadas no poder de compra, de diferenciação no status social e padrões de beleza que chegam a comprometer a própria saúde para adequação ao novo padrão corpóreo.

Tudo isso sem deixar de lado a identificação dos resultados das interferências deste consumo exacerbado, do descarte indevido, acumulativo e os efeitos devastadores para a saúde financeira familiar e para o meio ambiente.

Porém, só a constatação de fatos não leva a mudanças. Tornou-se necessário lançar novo desafio para a equipe de professores, que, no próximo ano letivo, deverá abordar, como gerador de projetos, a proposta de como a sociedade pode reagir para transformar a cultura imposta da denominada sociedade do espetáculo e possibilitar o resgate e restabelecimento das relações interpessoais baseadas em valores morais, éticos e conscientes da sua responsabilidade na sustentabilidade e fraternidade planetária.