Stop Motion…Ops!…Stop Bullying!

Stop Motion…Ops!…Stop Bullying!

Colégio Rio Branco

15 Setembro 2015 | 16h41

bulling_thinkstock

Por volta dos 12 anos, as crianças, agora pré-adolescentes, iniciam a exploração da internet com objetivos que vão além de simplesmente jogar. Ao navegar e se encontrar com outros colegas, virtualmente, podem reproduzir alguns comportamentos da vida real, também na esfera online.

Na internet e no celular, mensagens com imagens e comentários depreciativos ganham grandes proporções e tornam o bullying ainda mais perverso. É nesse ambiente que pode ocorrer o cyberbullying.

Assim, com a preocupação de tornar os alunos conscientes de sua responsabilidade no mundo digital, incentivando-os a conhecer e refletir mais sobre o tema surgiu o projeto “Stop Motion… Ops!… Stop Bullying!”.

Neste projeto, que acontece a partir do Ensino Fundamental II, os alunos do 7° ano assistem, pela internet, a vídeos que mostram ou relatam  episódios com ênfase em cyberbullying – nos quais a prática é explicada, exaltada ou denunciada. Em seguida, discutem os impactos que isso pode causar na escola, na sociedade e, principalmente, na vida de um aluno ou de um colega.

Em um segundo momento, os estudantes são desafiados a criar uma história que envolva a prática do cyberbullying, em formato de roteiro para filme.

Depois dessa etapa, fotografam ou filmam as cenas descritas no script, seja com eles próprios ou com materiais diversos, e produzem vídeos utilizando a técnica de Stop Motion. Os alunos recebem instruções e têm  autonomia para escolher os softwares de edição de vídeo, imagem e de áudio que desejarem para um melhor efeito.

Os vídeos são apresentados e debatidos durante as aulas de Tecnologia e Informática, onde os alunos têm a oportunidade de exteriorizar suas opiniões, experiências, traumas e sentimentos, transformando seu trabalho em reflexão e preparando-se para atuar, de forma consciente, contra um mal que atinge milhares de pessoas por todo o mundo.

Com essa iniciativa é possível usar a Tecnologia, principalmente com relação à internet, como aliada no combate ao bullying e ao cyberbullying, redirecionando seu propósito e potencial de alcance, além de desenvolver habilidades tecnológicas que já são vivenciadas no cotidiano dos alunos.

Os responsáveis pelo projeto são os professores Jorge Farias, na Unidade Higienópolis, e Ivone Milani e Daniela Violato, na Unidade Granja Vianna – que atuam nas aulas e laboratórios de Tecnologia.

Assista a alguns dos vídeos já  produzidos por alunos:

Internet não é brincadeira!

Limãozinho e o povaum

My Stop Motion Movie