Nutricionista dá dicas para alimentação das crianças nas férias

Nutricionista dá dicas para alimentação das crianças nas férias

Colégio Rio Branco

11 Janeiro 2018 | 08h00

Ilustração

Durante as férias, as crianças e adolescentes naturalmente aproveitam para descansar, viajar, passear, conhecer lugares novos e comer em lugares diferentes. Esse período é muito bom e necessário, mas é também nesses momentos que a rotina de alimentação fica desequilibrada, uma vez que acordam mais tarde, “pulam” algumas refeições e frequentam mais fast foods.

Por outro lado, o recesso escolar é um ótimo momento para colocar em prática a reeducação alimentar, já que a pressão dos estudos e da rotina são menores, o que ajuda a estabilizar o cortisol, hormônio do estresse, que em níveis elevados facilita o ganho de peso.

É muito comum crianças e adultos ganharem uns quilinhos  durante as férias e este efeito pode ser danoso à saúde, podendo torná-los fortes candidatos a adquirir doenças crônicas não transmissíveis, como diabetes e hipertensão. Além disso, perder peso não é tão fácil.

Para perder 1 kg, por exemplo, é preciso queimar ou deixar de consumir em média 7.000 calorias. Digamos que sua necessidade diária de calorias seja de 2.200 calorias, para perder 1 kg em 15 dias deve-se consumir apenas 1.800 calorias. Obviamente esse cálculo pode variar de metabolismo para metabolismo.

A seguir vão algumas dicas para uma alimentação saudável, que ajudarão a começar 2018 com muito mais energia e disposição:

– Acorde cedo! Tente ter horário para dormir e para acordar, recomenda-se 8 horas de sono por dia. Os horários de descanso são essenciais para manter os horários das refeições.

– Programe-se! Saiba o que irá fazer no dia seguinte e inclua todas as refeições com os horários.

– Consuma frutas, verduras e legumes, que são ricos em fibras e, essenciais para o aumento do metabolismo.

– Faça escolhas saudáveis! Se for se alimentar num restaurante por peso, opte por carnes brancas e grelhadas, verduras e frutas. Aproveite para fazer da refeição, um momento de lazer.

– Faça atividades que envolvam caminhada e movimentos do corpo.

– Consuma água! É natural esquecer-se de beber, mas lembre-se que a água é o elemento mais abundante do organismo humano. Além disso, ao bebermos água os dois hormônios envolvidos no controle da saciedade, a leptina e o PYY são liberados. A leptina atua no estômago e o PYY é liberado no momento em que a água chega ao intestino. Esses hormônios são responsáveis por levar a mensagem de que estamos satisfeitos ao cérebro.

Lembre-se: É na infância que são formados os principais hábitos alimentares!

*Adriana Mayumi Iguma
Nutricionista institucional do Colégio Rio Branco – Fundação de Rotarianos de S.Paulo
CRN 23269