YouTube Edu e o acesso a conteúdo curado: benefícios para os alunos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

YouTube Edu e o acesso a conteúdo curado: benefícios para os alunos

Poliedro

25 Agosto 2015 | 09h16

Lançado em novembro de 2012 a partir da parceria entre Google, YouTube e Fundação Lemann e com a participação de equipes de curadoria formadas por profissionais do Sistema de Ensino Poliedro (SEP) e da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), o canal YouTube Edu tornou-se um importante ponto de apoio para os estudos de alunos de todo o país e também para as aulas de muitos professores Brasil afora.

Prestes a completar três anos de existência, a iniciativa continua firme em sua proposta de disponibilizar aulas em vídeo de diferentes professores, com duração igualmente diversa (há desde vídeos curtos – as chamadas pílulas – até videoaulas completas), agrupando estilos de explicação e trabalho muito variados. Cabe então ao usuário, seja ele aluno ou professor, escolher aquilo que mais lhe agrada e que irá contribuir para a realização de seus trabalhos.

imagem-artigo-04-primeira_600

Um dos grandes benefícios a ser destacado nessa pioneira ação é o trabalho de curadoria, visto que, quando a iniciativa chegou ao Brasil, somente os EUA haviam desenvolvido o projeto.

A partir de 2015, o Poliedro se encarregou do trabalho de curadoria, mas ainda contando com a colaboração de profissionais de outras instituições selecionados em conjunto com a Unicamp.

Esse trabalho minucioso baseia-se em uma avaliação consistente do conteúdo apresentado em cada videoaula, com o registro de detalhes necessários para que a coordenação de curadoria possa aprovar e fechar as ações. O principal objetivo é evitar a disponibilização de aulas que contenham erros conceituais graves, ou mesmo pequenos erros, mas que, acumulados nas explanações, possam prejudicar a compreensão dos conceitos trabalhados.

Há, por parte do YouTube e da Fundação Lemann, assim como do Poliedro, preocupações no tocante à qualidade da filmagem (áudio e vídeo, por exemplo), ao roteiro e à lógica de explanação, mas, no geral, para a curadoria, na ponta final do processo, o que importa mesmo é que as ideias e os conceitos explicados pelos diferentes docentes sejam apresentados de forma correta.

Tendo em vista a curadoria realizada no projeto, os vídeos do YouTube Edu, inclusive aqueles produzidos pelo próprio Poliedro, foram indexados ao aplicativo P+, utilizado nas Unidades-Sedes e também nas Unidades Parceiras do SEP.

imagem-artigo-04-segunda

Quanto à utilização dos vídeos nas Unidades-Sedes (São José dos Campos, São Paulo e Campinas), é notória a aprovação da plataforma YouTube Edu por alunos, professores e coordenadores, cujos depoimentos comprovam o quanto o acesso aos materiais curados facilitam os estudos.

Os alunos do Poliedro destacam a utilidade das videoaulas curadas do YouTube Edu para revisão de conteúdos ao estudarem para as provas, para antecipação de temas novos que serão destacados em aulas futuras ou ainda como forma diferenciada de acesso a conceitos que não haviam entendido tão bem durante as aulas presenciais. Isso tem permitido a eles atingir melhores resultados em provas na própria escola, além de contribuir na preparação para os mais concorridos vestibulares do país, como a Fuvest, a Unicamp, a Unesp, e também para o Enem.

 

Por João Luís de Almeida Machado

Supervisor pedagógico de Tecnologia Educacional do Sistema de Ensino Poliedro e curador do projeto YouTube Edu.

 

Todos os projetos e exemplos mencionados neste blog referem-se às Unidades Sedes do Poliedro.