Ensino Híbrido: aprendizagem significativa combinando tecnologia, ambientes diversificados e pessoas.
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ensino Híbrido: aprendizagem significativa combinando tecnologia, ambientes diversificados e pessoas.

Colégio Anália Franco

30 Agosto 2017 | 15h38

Ensino híbrido: aprendizagem significativa combinando tecnologia, ambientes diversificados e pessoas.- Um dos temas mais discutidos na atualidade em educação é: como tornar atrativa a escola para o aluno do século XXI que possui acesso aos mais diversos tipos de tecnologia e tem a informação sempre à mão? No modelo de educação do período industrial era o professor quem detinha o conhecimento e por meio dele, a informação chegava aos alunos. Já no modelo pós-industrial moderno, o aluno tem acesso à informação constantemente e inclusive, independente do professor. Para lidar com essa nova situação, o professor e o aluno desenvolveram novas habilidades. Hoje o professor, mais do que simplesmente transmitir a informação, deve ensinar seus alunos a como utilizar a informação que eles têm acesso e transformá-la realmente em conhecimento, ou seja, fazer com que essa informação passe a ter um sentido na vida do aluno e que ele saiba aplicá-la em diferentes situações.

Uma forma de trabalhar essas novas habilidades na escola é utilizar a tecnologia no processo de aprendizagem não como uma exclusividade, mas como uma aliada à modificação do ambiente escolar e da interação entre pessoas, seja uma interação entre alunos ou do aluno com o professor e até com outros membros da comunidade escolar. Dentre as metodologias que reúnem essas características, o ensino híbrido ganha destaque.

ENSINO HÍBRIDO

Ensino Híbrido - estações de trabalho

O ensino híbrido busca alternar diferentes momentos de aprendizagem que variam de momentos on-line, utilizando a tecnologia disponível, e momentos off-line, em que o aluno pode ter contato com atividades diversificadas. Esses momentos podem acontecer de forma individual e coletiva, com troca de experiências e conhecimento com os colegas e professor. Também podem ocorrer com atividades práticas, debates, produções e até na forma de aulas expositivas tradicionais. O objetivo é que a diversificação desses momentos com os alunos leve a construção por etapas do aprendizado e desenvolvimento de habilidades. Afinal, não há uma única forma de aprender e o ensino híbrido traz em sua concepção essa “mistura” de formas de aprender e ensinar.

Escolas que trabalham com educação inovadora, atentas à evolução e desenvolvimento do mundo moderno, trabalham o desenvolvimento acadêmico de seus alunos através do ensino híbrido.

No Colégio Jardim Anália Franco, os alunos têm a disposição um ambiente que facilita a troca de experiências e interação entre os alunos. O ensino híbrido ocorre  com base em quatro diferentes modelos: rotação por estações, laboratório rotacional, sala de aula invertida e rotação individual. Sendo que, em cada uma dessas modalidades, a educação é desenvolvida de acordo com as necessidades do componente curricular e da turma.

De uma maneira simples, no modelo de rotação por estações os alunos são divididos em grupos com diferentes atividades on-line e off-line criadas de acordo com as necessidades daquele momento, e ao longo da aula, vão percorrendo cada uma das estações. No laboratório rotacional os alunos alternam entre o on-line e off-line dentro da própria sala de aula, laboratório de informática ou outro ambiente com disponibilidade de ipads ou computadores. Já a sala de aula invertida traz a ideia de que o aluno virá para a aula com um conhecimento prévio sobre o assunto, seja por meio de vídeo-aulas, textos ou pesquisas realizadas em casa em seu momento on-line, e na aula presencial, o aluno aplica e amplia o conhecimento adquirido de forma individual e coletiva. Na rotação individual o aluno tem por objetivo completar uma lista de propostas durante a aula, elaborada também de acordo com as necessidades da disciplina e com as facilidades e dificuldades individuais.

Pela aplicação das diferentes modalidades de ensino híbrido é possível compreender que essa metodologia propicia um atendimento individualizado do aluno, ao mesmo tempo que permite a troca de conhecimentos, colocando o aluno como protagonista de seu próprio aprendizado.

 

Profª Drª Laís Moraes de Godoy – Biologia