Ritual de passagem de etapa escolar instiga alunos pelo começo de um ciclo

Ritual de passagem de etapa escolar instiga alunos pelo começo de um ciclo

Escola Morumbi

19 Dezembro 2017 | 17h07

“Os pais podem, e devem, juntamente com a escola, procurar entender o que as crianças sentem, pois só sabemos o que falar para nossos filhos quando sabemos o que estão pensando”, explica Juliana.

A passagem de uma etapa durante a educação básica é um momento de encerramento de ciclo e começo de uma nova jornada em busca de conhecimento e aprendizado. Um período recheado de curiosidade e expectativas pelos estudantes.

Na Escola Morumbi, a passagem do Ensino Infantil para o Fundamental é marcada por uma sensação muito real e verdadeira de expectativa, por conta das novas descobertas do ano seguinte e desafios que precisarão ser superados. É um momento importante para cada criança, em que elas percebem o desenvolvimento que conquistaram, sendo uma oportunidade de enxergar o que foi aprendido.

“As mais novas, aquelas que estão deixando o Ensino Infantil, em sua maioria estão animadas e curiosas”, comenta a professoraJuliana Hanftwurzel. “Querem experimentar as novas experiências que o futuro irá proporcionar. Elas se sentem importantes por fazerem parte de um novo caminho”.

Para que o processo se torne ainda mais agradável, no final do Ensino Infantil e Fundamental é feita uma homenagem aos alunos, em comemoração ao encerramento de um ciclo e às vivências dentro do ambiente escolar e a preparação para enfrentar os novos desafios da série seguinte.

 

Além disso, as crianças do Ensino Infantil podem participar de rodas de conversa durante o período letivo, em que dúvidas são tiradas para que possam compartilhar seus sentimentos com a classe e professores. Os pequenos também têm a oportunidade de participar de atividades com os alunos mais velhos e conhecer as novas salas onde vão estudar.

Já para os adolescentes, esse processo de passagem do Ensino Fundamental para o Médio pode causar tanto curiosidade quanto preocupação.

 

Neste caso, o papel dos pais é essencial.

 

É necessário que os adultos conversem com esses estudantes e entendam as expectativas e medos que rondam a mudança da etapa escolar. O apoio e intermediação do processo pela família e escola é o suporte que o estudante precisa.

 

“Os pais podem, e devem, juntamente com a escola, procurar entender o que as crianças sentem, pois só sabemos o que falar para nossos filhos quando sabemos o que estão pensando”, explica Juliana.

 

O encerramento de um ciclo de aprendizado não deve causar medo e ansiedade.

 

É um período de instigar os alunos a enfrentarem os novos obstáculos que virão pela frente, que aprendem o prazer do conhecimento em sua formação estudantil.