O que esperar de uma Escola Bilíngue?

O que esperar de uma Escola Bilíngue?

Colégio Bis

26 Dezembro 2017 | 16h02

Nesta época do ano em que os pais buscam a melhor escola que fará parte da vida de seu filho, surgem diversas dúvidas a respeito da melhor instituição. Seguem algumas observações sobre o que esperar de uma escola bilíngue.

DEFINIÇÃO
O ensino se dá por meio da língua. O objetivo é fazer com que o aluno não apenas domine uma segunda língua, mas também pense e utilize os dois idiomas.

METODOLOGIA
É importante que o aluno exercite a segunda língua por meio de seminários, trabalhos em grupo, conversas individuais com professores, etc. Na educação bilíngue, a língua é tanto o objetivo a ser alcançado como a ferramenta para se alcançar esse objetivo.

CARGA HORÁRIA
A definição da carga horária para uma escola deve obedecer às determinações da língua oficial do país. No caso do Brasil, à Lei de Diretrizes e Bases da Educação, além de determinações do MEC e dos conselhos estaduais de educação. Essas normas definem também os 200 dias letivos, os parâmetros curriculares nacionais, etc.

Para conseguir acrescentar conteúdos curriculares em uma segunda língua as escolas precisam ampliar a carga horária. O recomendável é que seja dedicada pelo menos 3 horas por dia ao ensino na segunda língua. Por isso, as escolas bilíngues precisam funcionar em período integral ou semi-integral.

AMBIENTE
A sala Google é uma ferramenta muito utilizada pelas escolas bilíngues. Com o conceito inovador de menos papel e mais aprendizado, a sala disponibiliza a conectividade com o mundo, criando diversas possibilidades aos alunos dentro de cada proposta pedagógica. A intenção é unir e capacitar o aluno em um ambiente virtual que permitirá o estudo e o desenvolvimento de conteúdos de forma dinâmica, prática e interativa.

INTERNACIONALIZAÇÃO
É importante que escolas bilíngues criem oportunidades para que seus alunos interajam com o mundo, seja usando um computador, celular ou outro equipamento.

Cada escola possui sua maneira de introduzir o segundo idioma em suas atividades, mas o importante é entender o que uma escola bilíngue precisa ter como prioridade para que seja, de fato, uma escola que trará oportunidades aos alunos para o desenvolvimento do bilinguismo.