As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Escola e família precisam resgatar conexões pessoais

Thais Gonzales

03 Maio 2017 | 11h08

O imediatismo é uma das marcas da geração de hoje. O agora, o rápido são valorizados demais e é nesse contexto que é fundamental falar sobre o futuro, sonhos, felicidade e também respeito ao próximo.

 

Nunca foi tão fácil se conectar. A comunicação e o conhecimento acontecem em um “enter”. A rede liga, mas também sufoca e afasta. E aí precisamos pensar num projeto que vá além do imediato, metas, compromissos, rotina e estar online o tempo todo.

 

O Colégio Alicerce acredita que é preciso resgatar a ideia de cooperação, de olhar no olho do outro, de abraçar, de falar o que sente, de desenvolver habilidade socioemocionais, que nada mais é do que mostrar para esse aluno um universo além do conteúdo tradicional. Autonhecimento, autoconfiança e compaixão, por exemplo.

 

A vida pede pelo fortalecimento do viver em grupo, de acreditar em si, de desejar o bem de verdade. A vida tem pedido conexões mais pessoais na escola e em casa. Só assim eles poderão construir um mundo melhor no futuro.

 

O sentido de quem somos depende das histórias e experiências que estamos construindo em nosso dia a dia. Por isso, a escola precisa ir além. Como espaço de ensino e reflexão, se inere nesse novo e encantador universo tecnológico, sem deixar de lado a humanização desse aluno.