1. Usuário
Assine o Estadão
assine

  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

As informações e opiniões expressas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Bolsas para pós-graduação na Nova Zelândia

Andrea Tissenbaum

10 fevereiro 2016 | 15:43

Bayswater Marina - Auckland, New Zealand | Crédito: Divulgação

Bayswater Marina – Auckland, New Zealand | Crédito: Divulgação

Programa busca impulsionar agricultura e energias renováveis; candidatos devem demonstrar bons resultados acadêmicos e intenção de contribuir com o desenvolvimento econômico do Brasil

Estão abertas as inscrições para o New Zealand Development Scholarship, programa do governo da Nova Zelândia que concede bolsas de pós-graduação para estudantes latino-americanos.

As inscrições vão até o dia 30 de abril e devem ser feitas pelo site.

Com o propósito de fomentar avanços acadêmicos e científicos nas áreas de agricultura e energias renováveis, a iniciativa busca candidatos com perfil de excelência acadêmica e que demonstrem comprometimento com o desenvolvimento econômico de seus países de origem.

Aqueles que forem contemplados com as bolsas devem passar pelo menos dois anos no Brasil após a conclusão dos estudos na Nova Zelândia. O objetivo é que o conhecimento adquirido seja aplicado no desenvolvimento local.

As bolsas são oferecidas para as seguintes qualificações: certificado de pós-graduação (6 meses), diploma de pós-graduação (1 ano) e mestrado (1 a 2 anos).

Saiba mais sobre os programas de pós-graduação disponíveis em agricultura AQUI.

Conheça a relação dos cursos referentes a energia renovável AQUI.

>> Confira alguns requisitos para participar do processo seletivo:
– Ter pelo menos 18 anos no início do período da bolsa;
– Ser cidadão brasileiro e ter vivido no Brasil nos últimos dois anos
– Retornar ao país de origem por pelo menos dois anos após o término dos estudos na Nova Zelândia.
> Saiba mais sobre os critérios de elegibilidade AQUI.

Sobre a Education New Zealand – A Education New Zealand (ENZ) é a principal agência do governo para a divulgação e representação da educação da Nova Zelândia em âmbito internacional. Com o objetivo de tornar a Nova Zelândia conhecida como destino para estudantes internacionais e como a mais importante parceira para conhecimento e serviços ligados à educação, a ENZ conta com 70 funcionários em mais de 20 localidades e é dirigida por uma junta nomeada pelo Ministro de Educação Superior, Competências e Ofícios, Sr. Steven Joyce.

Fonte: Education New Zealand

As informações e opiniões expressas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.