Bolsas de estudo no Canadá

Bolsas de estudo no Canadá

Andrea Tissenbaum

14 Março 2017 | 15h50

Foto: Josemiguels, via Pixabay (CCO Commons)

Foto: Josemiguels, via Pixabay (CCO Commons)

O Programa Futuros Líderes nas Américas (ELAP) está com inscrições abertas, não perca esta oportunidade!

Lançado em abril de 2009, o programa ELAP (Emerging Leaders in the Americas Program) é promovido pelo Governo do Canadá e oferece bolsas de estudos para estudantes de graduação, mestrado e doutorado. Entre 2009 e 2015 o ELAP concedeu 768 bolsas e em 2016, selecionou 159 brasileiros.

Este ano, a prioridade é contemplar bolsistas que tenham como tema de estudo disciplinas que promovam a boa governança, prosperidade, paz, segurança e o desenvolvimento econômico.

Estudantes interessados em concorrer a uma das bolsas da edição 2017-2018, devem estar matriculados regularmente em uma instituição de ensino superior no Brasil. Bolsistas selecionados devem manter o vínculo com a universidade de origem durante sua permanência no Canadá.


Para concorrer às bolsas de graduação, é necessário que haja um acordo de cooperação prévio entre a instituição de ensino brasileira e a canadense. Para a pós-graduação, não havendo um intercâmbio formal entre as instituições, podem ser consideradas candidaturas que envolvam uma nova ou já existente colaboração entre professores das instituições canadenses e brasileiras.

Para saber mais sobre o programa de bolsas ELAP procure ajuda na Coordenadoria de Assuntos Internacionais de sua universidade. A inscrição no programa é realizada pela instituição canadense e não pelo aluno diretamente. Mas você deve providenciar os documentos listados na página do ELAP, que detalha o processo de candidatura. 

Interessados têm até o dia 25 de abril para se inscrever. Alunos selecionados poderão iniciar seus estudos no Canadá entre 1º de junho de 2017 e 1º de fevereiro de 2018. Mais informações estão disponíveis no site do programa.

O valor da bolsa para estudantes de graduação é de $ 7.200 dólares canadenses – por um período mínimo de quatro meses, e $ 9.700 dólares canadenses para mestrado ou doutorado – por um período de cinco a seis meses de estudo ou pesquisa. Os valores são administrados pelas instituições canadenses anfitriãs e compreendem transporte aéreo, visto, seguro-saúde, livros e equipamentos (exceto computadores), moradia e subsistência.

Segundo o Embaixador do Canadá no Brasil, Riccardo Savone, o Canadá reconhece que o intercâmbio é muito mais que uma experiência acadêmica. “Todos os brasileiros que participaram do ELAP são verdadeiros embaixadores do Canadá no Brasil. São eles que criarão os elos importantes e duradouros para unir as duas nações e formar a base para uma ampla cooperação”, afirma.

Uma relação dos programas acadêmicos oferecidos pelas instituições canadenses pode ser consultada nas páginas Universities Canada e Colleges and Institutes Canada.

Para ter mais detalhes sobre o programa e conhecer as experiências de quem já participou, não visite a página Rede Alumni Canada Brasil. Faça o download do guia The Ultimate ELAP Guide, preparado por ex-bolsistas, onde você encontrará dicas úteis e respostas para muitas de suas perguntas.

Sobre o ELAP
O programa ELAP compreende as diversas áreas de conhecimentos e disciplinas como ciências sociais e humanas, direito, educação, música, ciências da vida, ciências aplicadas, engenharias e tecnologias da informação e comunicação, entre outras. Além de consolidar as relações entre instituições de ensino brasileiras e canadenses, o ELAP visa favorecer o desenvolvimento e o aperfeiçoamento dos recursos humanos de uma nova geração de líderes nas Américas. Muitos dos participantes do ELAP, ao concluírem seus estudos no Brasil, retornaram ao Canadá para dar seguimento a um mestrado ou doutorado.

Informações adicionais sobre o ELAP e outros programas de bolsas de estudo no Canadá podem ser encontradas na página bolsas de estudo do governo canadense.

Andrea Tissenbaum, a Tissen, escreve sobre estudar fora e a experiência internacional. Siga o Blog da Tissen no Facebook e no Twitter

0 Comentários