Das brincadeiras aos esportes, importante é manter práticas saudáveis

Das brincadeiras aos esportes, importante é manter práticas saudáveis

Do Colégio

13 Maio 2016 | 12h53

Jogar bola na rua, correr, brincar de pega-pega e soltar pipa já não são, infelizmente, brincadeiras comuns para a maioria das crianças e jovens. A chamada “vida moderna” trouxe, além de benefícios, rotinas não muito saudáveis, como ficar horas em frente da TV e dos videogames (que, por outro lado, podem estimular áreas como o raciocínio). Para regular a intensidade desse hábito, é fundamental que os pais e as escolas incentivem as práticas esportivas.

Esportes, além de estimular os músculos, diminuem o risco de obesidade entre crianças e jovens, estimulam a autoestima e agregam as noções de cooperação e superação. Além, é claro, de trazer bem-estar e alegria aos participantes.

Crianças se divertem enquanto praticam exercício físico. Foto: Divulgação

Crianças se divertem enquanto praticam exercício físico. Foto: Divulgação

O incentivo à prática esportiva sempre foi uma das marcas do Colégio Aprendendo a Aprender. Especialmente neste ano em que o Brasil será sede dos Jogos Olímpicos, os alunos terão muitas atividades especiais.

As II Olimpíadas do Aprendendo a Aprender acontecem entre os dias 16 e 21 de maio e envolvem, além de modalidades esportivas tradicionais como futebol, basquete, handebol e vôlei, gincanas e atividades ao ar livre resgatadas do passado, como a corrida de saco, ovo na colher, cabo de guerra e brincadeiras com bexigas. Essas atividades irão também envolver os pais das cerca de 180 crianças participantes, que têm de 02 a 10 anos.

Aluno do aprendendo realiza exercício de coordenação motora durante a preparação para as II Olimpíadas do Aprendendo. Foto: Divulgação

Aluno do aprendendo realiza exercício de coordenação motora durante a preparação para as II Olimpíadas do Aprendendo. Foto: Divulgação

Para Tamara Freitas, professora de Educação Física do Aprendendo, incentivar de maneira saudável o esporte com certeza trará benefícios a vida da criança. “Além dos aspectos fisiológicos e motores, o esporte, como atividade física organizada, é importante para o desenvolvimento social das crianças. A partir de suas regras e condições, elas conseguem compreender formas de se relacionarem, trocando experiências, competindo e ajudando uns aos outros”, explica.

Tamara explica também que, no início, o exercício deve ser considerado como forma de ampliar as brincadeiras. “É interessante que a criança participe de diversas modalidades e que a atividade física seja encarada como mais um pilar do desenvolvimento, sem pressão. Se o jovem vai se tornar um destaque em alguma modalidade só o tempo irá dizer”, comenta.

Crianças se divertem durante gincana. Foto: Divugalção

Crianças se divertem durante gincana. Foto: Divugalção

As olimpíadas do Colégio Aprendendo terão caráter solidário, com arrecadação de roupas, alimentos e brinquedos, que serão distribuídos em instituições indicadas pelos pais dos alunos. Outra novidade deste ano será o encerramento, no Parque Villa Lobos, com a participação dos pais, que irão premiar seus filhos com medalhas.