Coursera amplia oferta de cursos online gratuitos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Coursera amplia oferta de cursos online gratuitos

Newton Campos

22 Fevereiro 2013 | 18h06

Eleita a “Startup do Ano” em 2012 pelo renomado site de tecnologia Techcrunch, o site de cursos online gratuitos Cousera anunciou ontem uma grande ampliação em sua oferta de programas online gratuitos de qualidade (estes cursos também são conhecidos pela sigla MOOC, em inglês). A novidade tem sido anunciada nos quatro cantos do mundo.


Satisfação em Madri: eu, minha equipe e os demais departamentos que trabalhamos com educação a distancia aqui em minha universidade estamos todos muito felizes. Nossa escola de negócios é a primeira da Europa a ser aceita na iniciativa. Não é pouca coisa. Os fundadores do Coursera escolhem seus sócios a dedo. Qualidade no ensino a distancia é um dos principais requisitos, bem como potencial de impacto social.

Pagina do Coursera em 2013

Acima: Pagina do Coursera em 2013

Agora são 62 das melhores universidades do mundo oferecendo algum curso de qualidade, online e gratuito. Ainda não sei o quão sustentável será esta iniciativa no longo prazo (pois ninguém paga pelos cursos e os custos técnicos e de mobilização de recursos são altos), mas a experiência não deixa de ser interessante e válida desde a perspectiva de responsabilidade social.

No nosso caso, esperamos ter pelo menos 50 mil alunos “matriculados” no primeiro curso oferecido. É possível que cheguemos a ter mais de 200 mil (!) em algum momento, dependendo do idioma de instrução, assunto do curso e da campanha de divulgação.

Para se ter uma ideia do volume do projeto, nossa universidade conta com cerca de 50 mil ex-alunos, acumulados em 40 anos de atividade. Ou seja, podemos chegar a ter, em apenas um curso, quatro vezes o número de alunos que tivemos em toda nossa história.

É verdade também que, em geral, apenas cerca de 10% a 15% dos alunos terminam este tipo de curso. Mesmo assim, estamos falando de algo entre 5 e 20 mil alunos por curso.

Infelizmente, ainda não há nenhum curso sendo oferecido em português mas não demorará muito para que alguma boa universidade brasileira entre no desafio.

***

Para mais info (em inglês):
Meu Twitter (education): @neweduca
Meu Twitter (emerging economies): @emergeconomies
Meu Facebook: https://www.facebook.com/newton.campos.phd
Minha Home Page: http://www.newtoncampos.com